Cachorro Paralisado e Tremendo – Doenças Comuns

Cachorro Paralisado e Tremendo – Doenças Comuns

Cachorro paralisado e tremendo: conheça doenças que podem afetar a mobilidade do seu amigo. Saiba como a fisioterapia é importante na reabilitação

Você pode conversar com um de nossos especialistas. Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você e marque uma consulta agora mesmo

Ver um cachorro paralisado e tremendo, na maioria dos casos, pode estar relacionado a alguma doença neurológica que está afetando a comunicação entre a medula espinhal, cerebelo e cérebro.

A verdade é que o sistema nervoso dos pets é composto por delicados tecidos responsáveis pela coordenação de músculos, movimentação de órgãos e geração de estímulos corporais diversos que podem sofrer diferentes lesões que causem sintomas diversos, como deixar um cachorro paralisado e tremendo, com dificuldade em controlar urina e fezes, entre outros.

Casos comuns de patologias e lesões que podem deixar um cachorro paralisado e tremendo

O grande número de afecções neurológicas que afetam os pets acabam por complicar a identificação assertiva e plena de todas as possíveis causas e sintomas que podem paralisar um cão. Porém, existem algumas doenças que resultam em paralisias que podemos listar. Vejamos:

1 – Hérnia de disco: doença no disco intervertebral;

2 – Mielopatia degenerativa: atinge com maior incidência cães de raças como Pastor Alemão, Boxer, Corgi Galês, Chesapeake Bay Retriever;

3 – Botulismo: toxinas bacterianas que afetam a mobilidade dos pets;

4 – Discospondilites: infecção viral ou bacteriana que afeta os ossos da coluna vertebra;

6 – Trombo Embolismo aórtico: bloqueio do fluxo sanguíneo para as patas traseiras;

7 – Embolia fibrocartilaginosa: disco ferido entre no sistema arterial e se instala na medula espinhal criando uma embolia permanente;

8 – Hipotireoidismo: nível do hormônio tireoidiano baixo;

9 – Fraturas e luxações na coluna vertebral: causada por acidentes ou fortes traumas;

10 – Malformação da coluna vertebral

11 – Meningomielite: infecção viral ou bacteriana do cérebro, resultando na falha de comunicação dos impulsos dos nervos;

12 – Polimiosite: infecção ou inflamação nos músculos;

13 – Polineurite: inflamação nos nervos;

14 – Tumores ou câncer na coluna vertebral.

A importância do neurologista veterinário

O neurologista veterinária é o profissional qualificado para compreender e traçar as melhores soluções para as complicações que decorrem em função de falhas no sistema nervoso de cães e gatos, entendendo qual patologia está afetando o pet e quais os caminhos para amenizar as consequências geradas por essas complicações.

O diagnóstico de diferentes doenças neurológicas é feito através da combinação de diferentes testes, desde os de aferição de dor e reflexo, até hemogramas, perfil bioquímico e análise de urina.

Todos esses testes irão auxiliar no diagnóstico mais assertivo, consequentemente na estrutura de reabilitação mais eficiente para cada caso concreto.

A fisioterapia veterinária como tratamento eficaz de reabilitação

Diversos casos neurológicos, como também ortopédicos, aumentam seu índice de recuperação quando unificados com um programa de reabilitação qualificado de fisioterapia veterinária.

As diferentes técnicas que passam por eletroterapia, laserterapia, hidroterapia, quiropraxia, ozonioterapia e outros, ajudam no reestabelecimento das funções motoras, fortalecimento muscular, diminuição de dor e incômodos e na recuperação como um todo de maneira gradual e saudável.

Conte a Fisio Care Pet no processo de reabilitação do seu pet

Na Fisio Care Pet você encontrará uma equipe de profissionais qualificada e equipamentos modernos que oferecem a condição perfeita para a reabilitação do seu amigo. Claro, sempre respeitando a condição de cada pet, suas limitações e possibilidades.

Seu cachorro está paralisado e tremendo? Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você e marque uma consulta com um de nossos especialistas! Dê ao seu amigo a possibilidade de recuperar sua qualidade de vida.

Páginas Sugeridas