Cauda Equina

Cauda Equina

A sindrome cauda equina, é um doença neurológica na região Lombo Sacral (L7-S1) causada por estenose congênita ou adquirida do canal vertebral lombossacro, levando a uma compressão das raizes nervosas que estão nessa região da coluna.

É uma doença bastante comum em cães idosos e de grande porte, como Pastor Alemão, Dog Alemão, Boxer, Labrador, entre outros, mas pode acometer qualquer raça.

Os sintomas podem variar dos mais leves, como fraqueza muscular (dificuldade de se levantar ou subir escadas) a, em casos mais complexos, paralisia (acompanhada por grande perda de massa muscular) e incontinência urinária.

QUAIS OS TRATAMENTOS PARA A CAUDA EQUINA?
A cauda equina pode ser tratada de forma conservativa ou cirúrgica (nos casos mais graves). A cirurgia consiste em corrigir a estenose do canal vertebral e com isso aliviar a compressão sobre as raízes nervosas, mas a grande maioria dos animais que passam por cirurgia já apresentam elevado grau de perda de massa muscular e dor no local (região lombossacra) e, o uso da fisioterapia para controle da dor e inflamação, e promover o ganho de massa muscular é fundamental para completa recuperação desses pacientes.

Nos casos mais leves ou em fase inicial, muitas vezes a fisioterapia veterinária, muito bem realizada, impede ou adia o procedimento cirúrgico e o animal volta a ter uma vida saudável e sem precisar passar pela cirurgia.

Páginas Sugeridas