Meu Cachorro tem Hérnia de Disco? – Como Identificar

Meu Cachorro tem Hérnia de Disco? – Como Identificar

Meu cachorro tem hérnia de disco? Entenda como identificar, o diagnóstico e a importância da fisioterapia veterinária na reabilitação dos cães com hérnia de disco

Hérnia de disco em cães? Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você e marque em poucos cliques uma consulta com um de nossos especialistas

Muita gente ainda se pergunta como é possível identificar se meu cachorro tem hérnia de disco? A verdade é que cães com hérnia de disco costumam apresentar diversos sinais clínicos que podem se confundir com outras complicações, por isso a importância de compreender qual o melhor diagnóstico e os sintomas clássicos da doença.

A hérnia de disco em cães é caracterizada pela degeneração dos discos intervertebrais que causam muita dor, podendo ser dividida em Hansen Tipo I (quando há extrusão do núcleo pulposo com ruptura do anel fibroso), Hansen Tipo II (quando ocorre protusão do disco) e Hansen Tipo III (quando há trauma concussivo na medula). Você pode entender mais sobre a doença aqui!

Sintomas clássicos para identificar se meu cachorro tem hérnia de disco!

Cães com hérnia de disco apresentam uma série de sintomas que, muitas vezes, podem se confundir com diferentes complicações. Porém, alguns deles podem nos permitir detectar o problema, em um primeiro momento, com mais exatidão. Dentre esses, podemos destacar:

1 – No princípio dos ciclos de dores o pet irá optar por abaixar sua cabeça e curvar as costas para aliviar a dor, podendo manifestar sua condição através de latidos e uivos, dependendo da personalidade do pet;

2 – Começa a perder sua capacidade em manter o equilíbrio, o que acaba impedindo que se mova corretamente. É possível detectar sua postura e mobilidade estranhas;

3 – Em casos mais críticos, o animal costuma sofrer com incontinência urinária e fecal;

4 – Sua sensibilidade também é afetada, principalmente em suas extremidades;

5 – Quando a doença se torna mais aguda é possível até notar paralisia, podendo identificar seu início quando o cão nitidamente começa a se arrastar para se mover de um ponto a outro.

É importante compreendermos esses sintomas e, quando detectados, imediatamente recorrer a um profissional veterinário capacitado para diagnosticar seu pet com exatidão e traçar o planejamento de tratamento mais eficaz.

Como é feito o diagnóstico de cães com hérnia de disco?

O diagnóstico se dá através de exames clínicos, neurológicos, radiografia e até exames mais modernos e caros como a tomografia computadorizada e ressonância magnética, procurando identificar a doença, o local da hérnia e qual o grau de lesão do local atingido.

Por que a fisioterapia veterinária ganha espaço nos tratamentos de cães com hérnia de disco?

A reabilitação de pets com hérnia de disco sejam eles no controle do avanço da doença ou em tratamento pós-operatório, tem na fisioterapia veterinária um forte aliado no combate efetivo das dores, incômodos e dos sintomas que atrapalham a qualidade de vida do pet.

As diferentes técnicas e métodos de exercícios passivos e movimentos ajudam no retorno precoce dos movimentos do pet, prevenindo contraturas e atrofias musculares, comuns em casos de hérnia de disco animal.

A eletroterapia, por exemplo, auxilia na analgesia e controle da inflamação com estimulação elétrica funcional (FES) e estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS), recuperando a perda de massa muscular causada pela paralisia.
Assim também acontece com a laserterapia, por exemplo, que possui papel importante na regeneração nervosa e no retorno dos movimentos.

Pets que não apresentam mais inflamações e dores agudas podem se utilizar de outras técnicas de fisioterapia com exercícios ativos e ativos assistidos como a hidroterapia veterinária, através de uma esteira aquática diminui consideravelmente o impacto dos movimentos, reestabelecendo o desenvolvimento de coordenação e retorno de massa muscular normal, incentivando sua superação sem que seja exigido grande esforço de sua capacidade física.

Além disso, até casos de paralisias irreversíveis podem ter na fisioterapia veterinária um alento, em muitos casos sendo essencial para que os pets paralisados possam, ao menos, desenvolver um caminhar medular e manter sua independência e saúde.

Conte sempre com empresas profissionais e capacitadas para ajudar seu pet!

A Fisio Care Pet investe pesado no desenvolvimento de seus métodos, equipamentos e capacitação profissional, contando com mais de 15 unidades espalhadas pelo Brasil oferecendo os melhores programas de reabilitação animal através das técnicas de fisioterapia veterinária.

Meu cachorro tem hérnia de disco, e agora? Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você agora mesmo e marque uma consulta com um de nossos neurologistas. Venha ver como podemos traçar o programa reabilitação perfeito para o seu pet!

Páginas Sugeridas