Latido de Cachorro – A Motivação de Cada Som

Latido de Cachorro – A Motivação de Cada Som

Latido de cachorro: conheça as principais interpretações para os diferentes tipos de latidos caninos, uivos e grunhidos para saber o que eles querem transmitir

Os cães se comunicam conosco através de diversos sons e cabe a nós, seres humanos, interpretarmos o grunhido, uivo ou latido do cachorro da maneira correta para conhecermos cada vez mais sua inteligência e perspicácia comunicativa.

A verdade é que nem todo latido de cachorro significa a mesma coisa. Além disso, o uivos e grunhidos também possuem seus próprios significados e, para interpretarmos as emoções e sentimentos dos cães é preciso levar diferentes fatores em consideração. Como veremos a seguir.

Interpretando o uivo, grunhido e latido de cachorro

1 – Uivos de cachorro: geralmente representam dor, seja do próprio cão ou de outra pessoa ou animal. Vejamos:

  • Uivo longo e contínuo: manifesta medo e dor que o pet está sentindo. Pode vir acompanhado por latidos descontínuos;
  • Uivo em conjunto com outros cães: sinal dado que tem por objetivo marcar determinado território;
  • Uivo por imitação: alguns cães tendem a tentar imitar outros sons como sirenes, ambulâncias, patrulhas policiais, violão etc. É importante lembrarmos que a audição dos cães é muito mais sensível do que a nossa, por isso são capazes de captar com facilidade outros tipos de frequências;
  • Gemido de filhotes: sinal que representa queixa ou que está exigindo atenção e carinho;
  • Outros uivos: alguns uivos também podem significar depressão e ansiedade sentidos pelo animal.

2 – Grunhidos: são menos comuns do que os uivos e latidos, mas os cães também podem emitir grunhidos. Vejamos algumas razões:

  • Grunhido suave em tom baixo: é emitido, normalmente, no momento da brincadeira, sendo um grunhido de comunicação onde o pet está exigindo espaço;
  • Grunhido-latido: quando em tom baixo e dirigido a outro animal pode significar desconfiança. Quando só grunhido em tom baixo, pode ser sinal de agressividade ou para chamar a atenção;
  • Grunhido irregular: é um grunhido que varia de tons de repente, sendo um sinal claro de nervosismo e o cão pode estar a ponto de atacar. Nesses casos, não se deve nunca olhá-lo nos olhos.

3 – Latidos: existem diferentes tipos de latidos que o cão é capaz de emitir e, para interpretá-los, é preciso identificar algumas características peculiares como:

  • Latido curto e agudo: latido amigável, geralmente emitido para saudar alguém ou outro animal. Muito comum ouvi-lo ao chegar em casa;
  • Latido curto e em tom baixo: acontece, normalmente, diante do pressentimento de perigo. Os cães latem descontroladamente perante acontecimento novos ou estranhos. O barulho de fogos, trovões ou a presença de desconhecidos em casa podem estimular esse tipo de latido de cachorro;
  • Latido descontinuado: ocorre quando o pet está entusiasmado ou feliz demais. O animal late de maneira descontinuada, com a finalidade de que alguém o leve para fora de casa ou brinque com ele;
  • Latido insistente e repetitivo: pode ser por cães adestrados, quando encontram algo ou até por cães sedentários e irritados, que mantém um latido constante e repetitivo para externalizar sua frustração;
  • Outros latidos: é comum também cães idosos latindo com maior intensidade e frequência. Isso costuma ocorrer pela surdez que sofrem, tornando-os incapazes de regular seus próprios sons.

Fique sempre atento ao contexto que circunda seu pet para avaliar a motivação dos latidos

A interpretação do latido do cachorro não é uma tarefa difícil, porém, que exige certa atenção e capacidade de relacionar fatos. Afinal, todo som emitido pelos pets está relacionado a sua expressão e ao contexto que o circunda. Ao estar totalmente integrado à rotina do seu cão e a sua personalidade, será cada vez mais capaz de identificar a motivação por trás de cada latido!

Agende uma Consulta