Miastenia Gravis em Cães – Conheça Tudo

Miastenia Gravis em Cães – Conheça Tudo

Miastenia Gravis em cães: saiba do que se trata a doença, quais os tipos que podem se desenvolver, suas características, forma de diagnóstico e tratamento eficaz. Saiba como a fisioterapia pode ser essencial para o resgate de qualidade de vida do pet

A Miastenia Gravis em cães é uma doença causada pela falha na transmissão da sinapse neuromuscular. Em outras palavras, uma desordem neuromuscular causada por uma redução no número de receptores nicotínicos funcionais de acetilcolina na membrana pós-sináptica.

Por ser uma doença que pode ser disfarçada pelo aparecimento de outras patologias neurológicas infecciosas, se torna muito importante o conhecimento da Miastenia Gravis em cães, seus tipos, diagnóstico e tratamento.

Quais os Tipos de Miastenia Gravis?

1 – Miastenia Grave Generalizada: é a forma mais clássica, onde ocorrem episódios de fraqueza nos músculos dos 4 membros, principalmente após exercícios. Pode ocorrer nesse caso, também, uma fraqueza seletiva e persistente primariamente nos membros pélvicos e megaesôfago.

Sinais Clínicos: os sinais clínicos variam de média a severa fraqueza muscular, geralmente relacionada a exercícios e megaesôfago, afetando com maior frequência os membros pélvicos do que os torácicos.

Cães com Miastenia Gravis podem apresentar fraqueza muscular focal ou generalizada. Embora seja maior após a prática de atividades físicas e melhora após repouso, existem muitos casos de fraqueza generalizada que podem apresentar similaridades com a Polirradiculoneurite ou Botulismo.

É importante ressaltar que nem sempre os pets apresentam a clássica intolerância ao exercício, ao invés disso, apenas demonstram fraqueza muscular. Em conjunto com essa fraqueza é possível notar outros sintomas como a ptose palpebral (queda da pálpebra), queda dos lábios, tetraparesia (perda parcial dos movimentos), dispneia e pneumonia por aspiração (representa a maior taxa de mortalidade devido ao severo envolvimento dos músculos respiratórios).

2 – Miastenia Gravis Focal: nesse caso, geralmente não há sinais clínicos de fraqueza nos membros torácicos ou pélvicos, mas há fraqueza em alguns grupos musculares como o facial, esofágico, faríngeo e laríngeo. O pet, nesse caso, pode apresentar apenas megaesôfago ou envolvimento de outros grupos musculares, sem evidência de fraqueza generalizada.

Sinais clínicos: é caracterizada pela dilatação esofágica e regurgitação, porém os músculos dos membros apresentam-se normais. O megaesôfago é caracterizado em diversas doenças, o que complica o diagnóstico assertivo. Dentre as principais causas estão: Polimiosite, Polineurite, Neuropatias Degenerativas, Hipoadrenocorticismo, Hipotireoidismo, Tumores (principalmente Timoma), e outros.

A Miastenia Gravis Focal é responsável por, pelo menos, 25% dos casos de megaesôfago. Em alguns casos, a regurgitação e perda de peso podem ser os únicos sinais da manifestação da Miastenia Gravis Focal, enquanto na maioria das ocorrências de megaesôfago secundários adquiridos, a regurgitação é meramente um dos vários sinais clínicos.

Como é feito o diagnóstico?

As patologias nas quais a fraqueza corporal são intercaladas com períodos de estado normal são confusas, pois muitos sistemas corpóreos diferentes podem estar envolvidos, sendo que a maioria das fraquezas episódicas resultam em doenças cardiovasculares, metabólicas ou neuromusculares.

Nesses termos, o diagnóstico para Miastenia Gravis canina é feito pela exclusão de doenças cardiovasculares e metabólicas através de testes laboratoriais e eletrofisiológicos adequados.

A fraqueza induzida por atividades físicas, a diminuição de resposta ao estímulo nervoso repetitivo e a resposta positiva aos fármacos anticolinesterásicos são os testes que costumam garantir a eficiência do diagnóstico da Miastenia Gravis.

Qual o tratamento adequado para a Miastenia Gravis?

O tratamento se baseia no controle dos sintomas com a utilização de anticolinesterásicos que retardam a degradação de acetilcolina liberada na fenda sináptica, permitindo que essa interaja com mais receptores, melhorando a transmissão neuromuscular e a força muscular do pet.

No caso de megaesôfago, é indicado um tratamento dietético conservador, a fim de evitar o agravamento da dilatação e da aspiração, e também a necessidade de tratamento injetável do anticolinesterásico, por não tolerarem a administração oral.

A fisioterapia veterinária como agente recuperador da doença

Como forma de minimizar as limitações da Miastenia Gravis em cães, o papel da fisioterapia veterinária consiste na elaboração do diagnóstico cinesiofuncional do pet e na programação terapêutica adequada para cada caso, buscando sempre os resultados benéficos dos exercícios e suas variáveis metabólicas e psicológicas, consequentemente agindo na melhora da qualidade de vida do animal.

Quando as atividades são realizada no meio aquático, como a hidroterapia veterinária (com uso de esteiras aquáticas e natação), ocorrem ganhos na melhora das disfunções neuromusculares, dando um melhor ajuste do tônus muscular e possibilitando uma reabilitação neuro-sensória-motora, principalmente devido à resistência imposta pelo meio de tratamento e a diminuição do peso corporal por submersão.

Conte sempre com clínicas especializadas para diagnosticar e planejar o tratamento do seu amigo

Por se tratar de uma doença de difícil diagnóstico e fácil confusão com outras patologias por seus sinais clínicos, é importante sempre contar com clínicas profissionais que ofereçam os melhores métodos de diagnóstico e programação de tratamento, a fim de extrair o máximo de possibilidades na recuperação.

A Rede Fisio Care Pet investe pesado na capacitação de seus profissionais e na aquisição de equipamentos modernos e evolução de métodos de tratamentos que forneçam um ambiente perfeito para o exame clínico, laboratorial, diagnóstico, planejamento e execução de programas de reabilitação para as mais diversas patologias ortopédicas, neurológicas e de emagrecimento canino.

Quer saber mais sobre a Miastenia Gravis em cães? Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você ou preencha o formulário de agendamento abaixo e marque uma consulta agora mesmo com um de nossos especialistas.

Agende uma Consulta