Primeiros socorros em animais de estimação: o que fazer?

Primeiros socorros em animais de estimação: o que fazer?

Saiba como agir diante de ferimentos e casos de emergência

Bichinhos de estimação, independente da idade, porte e raça estão sempre se aventurando em busca de novas descobertas. Mas na maioria das vezes eles não são capazes de identificar sinais de perigo e acabam se machucando.

Nessa hora, o tempo de socorro faz toda a diferença e pode evitar sequelas e até mesmo a salvar a vida do seu animal de estimação. Pensando nisso, reuni neste artigo dicas para garantir que você saberá o que fazer em caso de acidentes.

Como agir em casos de envenenamento

Infelizmente, muitas pessoas ainda insistem em usar métodos como envenenamento indiscriminado para se livrarem de ratos e outras pragas. O que expõe principalmente cães e gatos a perigos desnecessários.

Por isso, sempre reforçamos que você não deve permitir que o seu bichinho coma qualquer coisa que encontre na rua, pois é impossível garantir a procedência do alimento.

Além disso, dentro de casa, os animais também podem ser envenenados por coisas como plantas ornamentais, cosméticos e produtos de limpeza. O que só reforça a importância de estar sempre preparado. 

Principais sintomas de envenenamento

Os sintomas variam de acordo com o que causou o envenenamento. Porém, dentre os principais podemos citar:

  • Tremores;
  • Baba excessiva;
  • Diarréia (com ou sem presença de sangue);
  • Dilatação da pupila;
  • Convulsões.

O que fazer

Primeiro, você deve ser capaz de identificar a porta de entrada para o veneno. Foi através de um banho com carrapaticida? Foi algo que ele inalou? Ou foi algo que ele comeu?

Se foi pela pele, banhe seu animal com água morna e, se ele for muito peludo, leve-o para ser tosado. Se for algo que ele comeu há menos de 15 minutos, você deve oferecer carvão ativado para o animal.

Facilmente encontrado em farmácias, o carvão ativado vai se ligar ao veneno que está no estômago do do pet e expulsá-lo junto do bolo fecal.

Uma vez ministrado o carvão, colete uma amostra do que o animal comeu e leve com ele para o médico veterinário mais próximo.

Caso você não tenha o carvão, uma colher de sopa de mel pode ser usada como protetor gástrico. Mas é importante lembrar que o mel não neutraliza o efeito do veneno. É apenas uma medida paliativa e seu animal deve ser levado imediatamente ao veterinário.

O que você não deve, em hipótese alguma, é fazê-lo vomitar com água oxigenada. Isso porque grande parte dos venenos são cáusticos e quando ingeridos descem queimando e ao serem expelidos vão fazer uma nova queimadura. Podendo até provocar a ruptura do esôfago e de outras estruturas.

Além disso, quando usada da maneira errada, a água oxigenada sozinha por causar ainda mais ferimentos a mucosa, agravando o sofrimento do seu bichinho. 

Como apartar brigas entre os animais

Atenção, nunca tente separar as brigas entre os animais usando as mãos ou qualquer outra parte do seu corpo. Isso porque, durante a briga, os instintos dos bichos ficam aflorados e você pode acabar se machucando. 

Se a briga com a qual você se deparou for entre cães ou de cães com gatos, jogue um balde d’água fria. Ele vai te ajudar a esfriar os ânimos e apartar o confronto. Mas, se o embate for apenas entre gatos, bata palmas, tampas de panela ou grite. O importante é fazer muito barulho para dispersar os animais.

Cuidando de feridas superficiais

Se as feridas do seu bichinho são superficiais (pequenos cortes e arranhões que não atinjam as mucosas), você pode cuidar delas lavando-as com água, sabão neutro e iodo.

Além disso, em casos de ferimento, não recorra a pomadas caseiras, nem creme dental porque elas grudam ainda mais no ferimento, dificultando a limpeza.

Como cuidar do seu pet em casos de fratura

Assim como os seres humanos, os animais também podem ter fraturas expostas e não expostas. Sendo as expostas aquelas em que, quando os animais se machucam, ficam com o osso exposto.

Nesses casos é importante lembrar que o pet estará sentindo muita dor. Por isso, com cuidado, você deve limpar a região da fratura, cobrir com uma toalha limpa e levá-lo para o veterinário imediatamente.

Na clínica veterinária ele será examinado e receberá os cuidados necessários para que o seu osso se cure da maneira correta.

Em  todas as nossas unidades seu bichinho de estimação conta com a estrutura completa para o melhor atendimento ortopédico. Acesse o nosso site e agende uma consulta na Fisio Care Pet mais próxima.

Como agir em caso de afogamento

Apesar de, em sua maioria, os animais serem grandes nadadores. Alguns bichos podem ter medo de água, ou ficarem cansados se não conseguirem encontrar uma escada ou algo que os ajude a sair.

Nesses casos, depois de retirar o animal da água, você deve erguê-lo pelas patas traseiras e sacudir ele para que a água saia do pulmão.

Kit de emergência para os pets

Um kit de emergências completo vai te ajudar a lidar com machucados pequenos, mas também é essencial em casos mais graves. Listamos aqui alguns itens indispensáveis, são eles:

  • Luvas;
  • Gazes;
  • Cotonete;
  • Esparadrapo;
  • Ataduras;
  • Desinfetantes e soro fisiológico;
  • Sabonetes antissépticos;
  • Iodo;
  • Água Oxigenada;
  • Carvão Ativado;
  • Antiparasitários;
  • Pinça;
  • Tesoura.

Como a Fisio Care Pet pode ajudar os seu animal de estimação?

Nas nossas unidades você encontra a infraestrutura completa para atender casos de ortopedia com agendamento prévio. Além disso, nossos profissionais são qualificados e extremamente apaixonados pelo que fazem. E, caso você precise, também estamos aptos a indicar hospitais veterinários que oferecem o melhor atendimento emergencial.