Denervação Coxofemoral em Cães – Cirurgia Efetiva

Denervação Coxofemoral em Cães – Cirurgia Efetiva

Denervação coxofemoral em cães: cirurgia efetiva para cães displásicos. Como a fisioterapia é fundamental na reabilitação e no controle da progressão da doença

Converse com um de nossos especialistas agora mesmo! Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você e marque uma consulta em poucos cliques

A denervação coxofemoral em cães é uma das técnicas mais modernas de combate a má formação das articulações coxofemorais, popularmente conhecida como displasia coxofemoral, patologia essa que afeta a qualidade de vida dos pets, limitando sua mobilidade e causando muita dor.

O objetivo da técnica de denervação coxofemoral em cães visa a melhora significativa da função articular dos pets, consequentemente o alívio da dor e a reabilitação muscular gradual capacitando o pet para o resgate de uma vida saudável e plena.

Entenda como é realizada a técnica de denervação coxofemoral em cães

Após longos períodos do emprego de diferentes técnicas que não combatiam efetivamente os efeitos da displasia coxofemoral em cães, desde o uso de medicamentos, analgésicos, regeneradores de cartilagem e até próteses de substituição da articulação, a denervação coxofemoral canina emergiu como uma técnica eficaz de combate a essa patologia.

A técnica visa a remoção das fibras sensitivas da articulação (nervos), interrompendo o ciclo de dor através da neurectomia de fibras álgicas, estimulando a recuperação da mobilidade e dinâmica dos pets que sofrem com a displasia.

É uma cirurgia relativamente simples e minimamente invasiva, podendo ser realizada em qualquer paciente, desde o filhote ao geriátrico, até em pacientes de risco (como nefropatas ou cardiopatas), dispensando próteses e oferecendo uma recuperação rápida com a dispensa do uso excessivo de medicamentos e exames.

Apesar de toda eficiência, é importante ressaltarmos que a reabilitação pós-cirúrgica deve ser levada a sério, já que as ações pós cirurgia são importantíssimos para a recuperação plena e saudável do pet.

A fisioterapia veterinária como principal programa de reabilitação pós-cirúrgica

As técnicas de fisioterapia veterinária para cães displásicos visam à reabilitação adequada da musculatura, ajudando no processo de redução das dores e diminuição da progressão da doença articular, assumindo um papel importante no controle da artrose, normalmente associada à displasia coxofemoral.

As atividades realizadas com exercícios controlados de baixo impacto (que preservam as articulações), como a hidroterapia veterinária (uso de esteiras aquáticas), caminhadas controladas, acupuntura, eletroterapia, quiropraxia, ozonioterapia e outros, fornecem o ambiente perfeito para concretização de uma recuperação plena e saudável.

É importante ressaltar que a displasia coxofemoral canina não tem cura, mas as técnicas cirúrgicas e os métodos de reabilitação são extremamente necessários para combater o avanço da doença articular. Quando o procedimento cirúrgico é mal realizado ou a reabilitação é ignorada, as chances de agravamento dos sintomas é grande, por isso a necessidade do acompanhamento de profissionais qualificados nesse processo.

A Rede Fisio Care Pet investe forte na capacitação de seus profissionais!

São mais de 20 unidades espalhadas pelo Brasil, oferecendo os melhores programas de reabilitação animal para as mais variadas patologias e lesões ortopédicas, neurológicas e nos programas de combate a obesidade canina.

Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você ou preencha o formulário de agendamento abaixo e converse com um de nossos especialistas! Entenda mais sobre a denervação coxofemoral em cães e os programas efetivos de reabilitação veterinária.

Agende uma Consulta