Remédio para Cachorro com Dor – Saiba Tudo

Remédio para Cachorro com Dor – Saiba Tudo

Remédio para cachorro com dor: como medicar o pet, quais remédios proibidos e quais os tratamentos auxiliares que ajudam na reabilitação saudável e gradual

Remédio para cachorro com dor: qual utilizar?

Quando estamos com muita dor a tendência é que recorramos a qualquer remédio de efeito rápido. Não é verdade? Pois é, mas você tomaria comprimidos próprios para animais? Provavelmente não. O contrário também serve, já que remédio para cachorro com dor, na maioria dos casos, não são os medicamentos fabricados para humanos.

A verdade é que para encontrar o melhor remédio para cachorro com dor, o ideal é sempre contar com um veterinário especialista para indicar o medicamento, dosagem e intervalo de tempo certos. Isso faz toda a diferença na ação positiva do remédio no organismo do pet, assim como no afastamento dos efeitos colaterais.

Quais os remédios terminantemente proibidos para animais?

Abaixo, os remédios para humanos totalmente proibidos para cães e gatos:

1 – Anti-inflamatórios (piroxicam, diclofenaco, ibuprofeno);
2 – Anti-sépticos de vias urinárias (sepurim, pirydium);
3 – Analgésicos (paracetamol, aspirina);
4 – Colutórios (enxaguantes e anestésicos bucais e de garganta);
5 – Antidepressivos;
6 – Descongestionantes nasais e antigripais.

Como vemos, a maioria dos medicamentos humanos são tóxicos tanto para gatos quanto para cães, sendo que os felinos ainda se intoxicam com doses menores. Claro, é importante frisar que nem todos os medicamentos humanos são proibidos para animais, mas precisam de regulagem na dosagem e intervalos maiores de tempo caso usados. O desrespeito a esses processos pode resultar em óbito, com falência aguda de órgãos.

Medicamentos veterinários e humanos

Apesar dos problemas que certos remédios humanos podem causar nos pets, em certos casos é possível que veterinários receitem medicamentos humanos para cães e gatos, como dito anteriormente. A grande diferença são as doses encontradas nas formulações veterinárias, menores em comparação às humanas, ajustadas para os pequenos animais.

É importante destacar que a grande razão para alguns profissionais receitarem remédios humanos para animais é a dificuldade enfrentada em encontrar fármacos direcionados para animais, que ainda são pouco fabricados no Brasil. Portanto, quando o profissional se depara com um caso que exija uma medicação e não exista alguma destinada ao animal, ele irá se recorrer aos medicamentos humanos readaptando a dosagem ou remanipulando o medicamento.

A verdade é que os remédios específicos para pets são os mais benéficos para qualquer caso, já que são compatíveis com o seu tamanho, não necessitando reparti-lo e oferecendo uma maior eficiência no tratamento. Além disso, os medicamentos próprios para cães e gatos ajudam na diminuição da possibilidade de náuseas e vômitos, pois há diferença na composição do comprimido.

De qualquer forma, o mais importante é ter em mente que o médico veterinário é indispensável e deve ser ele o responsável por estipular qual, como e com que frequência será dado o remédio para o animal.

Como escapar dos remédios e conseguir uma reabilitação saudável ao pet?

A maioria dos casos em que há sintomas de dor e inflamação nos pets, passam por patologias ou lesões ortopédicas, neurológicas ou de excesso de peso que pode caminhar para quadros piores que afetam a saúde física do animal.

Para tais problemas, que passam por afecções como a artrose, displasia coxofemoral, hérnia de disco, traumas, fraturas, luxações e lesões em geral, as técnicas de reabilitação animal vêm ganhando cada vez mais adeptos, não só pela sua capacidade de recuperação mais rápida como também pela diminuição que ocasiona de novas intervenções cirúrgicas ou na aplicação de mais medicamentos.

Dentre os principais métodos estão:

  • Fisioterapia veterinária: fornecem uma recuperação mais veloz de uma cirurgia, ajudam na reabilitação de pets que perderam sua capacidade de locomoção, combate dores, inflamações, proporcionando conforto, conservando musculatura, evitando novas intervenções cirúrgicas e aumentando a expectativa e qualidade de vida;
  • Acupuntura veterinária: restaura a saúde do pet através de técnicas como a inserção de agulhas, massagens, manipulação, eletroestimulação, aplicação de calor, ultra-som, injeção de substâncias e uso de raio laser. A liberação de endorfina e cortisol garante o relaxamento muscular, melhorando o funcionamento muscular e orgânico do pet como um todo;
  • Hidroterapia veterinária: utilização de esteiras aquáticas como terapia, é um método reconhecido mundialmente na reabilitação muscular, osteoarticular, neurológica e cardiorrespiratória. As propriedades físicas da água como a flutuabilidade e pressão hidrostática são perfeitos para o fortalecimento dos músculos, aumento gradual na amplitude de movimentos, alívio de espasmos musculares, melhora ativa da circulação sanguínea, na condição física e também psicológica (coração, pulmões e confiança para realizar movimentos complexos), além de ser campeã na diminuição de tempo de recuperação nos programas de reabilitação animal.

Conte sempre com clínicas especializadas para acompanhar o seu amigo

A Rede Fisio Care Pet investe pesado na capacitação de seus profissionais e na aquisição de equipamentos modernos de reabilitação animal. São mais de 20 unidades espalhadas pelo Brasil, oferecendo os melhores programas de recuperação saudável e gradual para diversos casos ortopédicos, neurológicos e no combate a obesidade canina.

Quer a melhor receita, diagnóstico, tratamento e remédio para cachorro com dor? Encontre a unidade Fisio Care mais próxima de você ou preencha o formulário de agendamento abaixo e marque uma consulta agora mesmo. Venha ver como podemos resgatar a qualidade de vida do seu amigo com planejamento e eficiência.

Agende uma Consulta