Pesquisar
Close this search box.
Blog Fisio Care pet
fique por dentro das novidades
gato mancando o que pode ser

Gato mancando? O que pode ser?

Índice

É muito comum que o gato mancando possa ser resultado de traumas, como pular, cair de uma superfície alta ou atropelamento. Se a perna do seu gato estiver numa posição estranha e ele não conseguir ou não quiser andar sobre ela, ou se houver uma ferida aberta, sangrando, ou se o gato mancar por mais de 24 horas, pode configurar uma emergência veterinária.

Dor em gatos:

Os gatos têm a tendência de esconder a dor; portanto, se o seu gato apresentar sinais de trauma ou desconforto, é provável que a condição seja grave o suficiente para exigir a avaliação imediata de um veterinário.

Em caso de dúvida ou se notar sinais preocupantes, é aconselhável procurar a orientação de um veterinário para um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

Possíveis causas dos gatos mancarem

Embora seja difícil determinar exatamente o que levou à claudicação do seu gato, algumas causas comuns podem estar por trás desse comportamento.

Problemas ortopédicos devido a saltos de altura:

É importante ter precaução com as janelas abertas, pois os gatos são naturalmente curiosos e podem pular ou cair, resultando em ferimentos. Certifique-se de que as telas das janelas estejam seguras ou adote medidas extras, como grades, para evitar que o gato as empurre para fora. 

Muitos gatos adoram explorar locais elevados dentro de casa, e até mesmo pular de uma cômoda ou prateleira alta pode causar ferimentos e levar a problemas de claudicação, especialmente em gatos mais velhos e de porte pequeno.

Luxação de patela em gatos:

Ocorre quando a rótula se desloca, pode ser resultado de saltos e impactos. Essa condição ortopédica, pode levar à claudicação, dificultando a locomoção do felino. É vital observar sinais de desconforto, manqueira ou mudanças comportamentais, especialmente após saltos de alturas elevadas, como janelas ou prateleiras. Em caso de suspeita de luxação patelar, é aconselhável buscar orientação veterinária para um diagnóstico preciso e iniciar o tratamento adequado, visando promover o bem-estar e a saúde do animal.

Artrose: 

Também pode provocar claudicação em gatos. Se o seu animal de estimação está mancando, apresentando alterações no modo de andar, rigidez ou dificuldade para pular ou escalar, isso pode indicar que ele está envelhecendo e sofrendo com dores nas articulações associadas à artrose. Observar atentamente esses sinais e buscar orientação veterinária é fundamental para garantir o diagnóstico precoce e a implementação de medidas de cuidado, como medicamentos e ajustes na rotina, para melhorar a qualidade de vida do gato.

Doença cardiovascular:

Se as patas traseiras do seu gato não estiverem funcionando corretamente, pode ser indicativo de uma doença cardiovascular. Surpreendentemente, doenças cardíacas em gatos, como a cardiomiopatia hipertrófica (CMH), podem causar fraqueza nas pernas traseiras. 

Esta condição leva ao espessamento do músculo cardíaco, resultando em coágulos sanguíneos que podem interromper o fornecimento de sangue para as patas traseiras, conhecido como tromboembolismo aórtico felino 

Outras doenças cardíacas também podem estar associadas. Consultar um cardiologista veterinário é essencial para compreender melhor a situação do seu gato após uma avaliação cuidadosa.

Condições neurológicas:

Assim como as pessoas, os gatos mais velhos (geralmente com nove anos ou mais) podem sofrer lesões neurológicas que podem causar perda de movimento, incluindo derrames ou compressão na medula espinhal (doença do disco intervertebral ou IVDD, que ocorre quando os discos de amortecimento entre as vértebras da coluna vertebral endurecem).

 

Como a fisioterapia pode ajudar seu gato mancando?

 

A claudicação em gatos pode ser desafiadora tanto para os felinos quanto para seus tutores. No entanto, a fisioterapia pet emerge como uma valiosa ferramenta para promover a recuperação e melhorar a qualidade de vida do seu companheiro felino.

Avaliação Especializada da Marcha e Postura:

O tratamento fisioterápico inicia-se com uma avaliação detalhada do estado de saúde do gato, identificando as causas subjacentes da claudicação. Essa análise minuciosa permite que o fisioterapeuta desenvolva um plano de tratamento personalizado.

Exercícios Terapêuticos / Cinesioterapia:

Os exercícios terapêuticos desempenham um papel crucial na reabilitação. Adaptados às necessidades específicas do gato, esses exercícios visam fortalecer músculos, melhorar a amplitude de movimento e promover a estabilidade nas articulações afetadas.

Estimulação Elétrica:

Técnicas como a eletroestimulação podem ser utilizadas para estimular a contração muscular, auxiliando na recuperação de lesões e no fortalecimento muscular.

Hidroterapia:

Em alguns casos, a hidroterapia, que envolve exercícios em uma piscina ou tanque de água, pode ser benéfica. A água proporciona suporte ao corpo do gato, reduzindo o impacto nas articulações e facilitando o movimento.

 

Monitoramento e Ajustes Contínuos:

O fisioterapeuta trabalha para monitorar o progresso do gato e ajustar o plano de tratamento conforme necessário.

Em suma, a Fisio Care Pet é uma abordagem abrangente e personalizada que visa restaurar a funcionalidade e melhorar o bem-estar do gato que enfrenta desafios de claudicação. Ao adotar nossa modalidade de tratamento, proporcionamos ao seu felino amado a oportunidade de uma recuperação eficaz e uma vida ativa e saudável.

Conheça um pouco mais sobre os resultados de nossos tratamentos de casos já reabilitados pela Fisio Care Pet: https://www.youtube.com/playlist?list=PL2aTGyVq_lncd_Hr65AE7WSoWjSsUvwqB  

A rede Fisio Care Pet está apta com profissionais capacitados para tratar condições como estas apresentadas no texto acima, converse com um de nossos especialistas agora mesmo e conheça nossas unidades: 

Agendamento Online
Compartilhe
Newsletter

Fique por dentro das novidades! Nossos cursos, posts interessantes, materiais didáticos e muito mais!

Explore mais artigos e dicas
acreditamos que você pode se interessar por:
12 de junho de 2024

Informe seus dados e entraremos em contato

Agendamento Online

Preencha com os seus dados e entraremos em contato