Pesquisar
Close this search box.
Blog Fisio Care pet
fique por dentro das novidades
pet deficiente

PETs com necessidades especiais: quais os principais cuidados

Índice

Animais de estimação com necessidades especiais é um termo amplo sem um significado universal.

Geralmente inclui uma série de deficiências físicas, condições médicas crônicas ou problemas comportamentais que exigem vigilância contínua ou cuidados especiais para gerenciar.

Pode incluir animais com distinções físicas óbvias, como membros ausentes, deformados ou paralisados – ou aqueles com limitações funcionais, como animais cegos ou surdos.

Aqueles com condições médicas crônicas também são considerados necessidades especiais, como cães e gatos com diabetes, alergias crônicas e câncer.

Outros ainda podem ter limitações sociais ou comportamentais, incluindo ansiedade de separação grave ou medos situacionais extremos. Animais previamente maltratados podem se enquadrar nesta categoria.

Esse texto do blog é referente aos animais com condições especiais e como podemos trata-los da melhor maneira possível, entenda a seguir:

As questões comportamentais são muitas vezes tratadas através de treinamento consistente e positivo, enquanto alguns animais com limitações físicas podem se adaptar surpreendentemente rápido às suas circunstâncias.

Um cão de três patas ainda correrá e brincará, enquanto um animal de estimação cego ou surdo aprenderá a confiar em outros sentidos para navegar em sua casa e interagir com membros da família humana.

Um cão ou gato com necessidades especiais: é um cão ou gato de qualquer forma

Animais de estimação com necessidades especiais não são definidos por suas circunstâncias e não estão cientes de como podem ser diferentes de outros animais de sua espécie.

Eles são antes de tudo um cão ou gato.

Embora muitas vezes exija algum tipo de cuidado ou treinamento dedicado, a maioria dos animais de estimação com necessidades especiais são como qualquer outro.

Por exemplo, um animal cego depende de seus outros sentidos – audição e olfato – para aprender e navegar em seu ambiente.

Um cão ou gato que perde os principais sentidos com a idade, como a visão, geralmente não mostra sinais de deficiência até que seu tutor reorganize os móveis e o animal fique aparentemente perdido em sua própria casa.

Adote e adicione amor para animais com condições especiais

Uma responsabilidade crítica da paternidade de animais de estimação especiais é fornecer os cuidados que os animais de estimação precisam durante toda a vida.

Eles merecem a mesma lealdade que dão a você de todo o coração, e a melhor coisa que você pode fazer além de abrir seu coração para eles é fornecer cuidados veterinários regulares.

Antes e imediatamente após a adoção de um animal de estimação com necessidades especiais, consulte seu veterinário para conhecer os tipos de cuidados que serão necessários em várias fases da vida do animal.

Independentemente de como um cão ou gato se tornou um animal de estimação com necessidades especiais – por nascimento, doença, acidente, processo de envelhecimento ou nas mãos de um agressor – eles têm muito a nos ensinar sobre resiliência e amor sem julgamento.

É comum que os animais deficientes demorem mais tempo para serem adotados em abrigos, devido ao preconceito, à falta de informação e ao receio do tutor sobre como cuidar do bichinho.

A questão financeira também é uma preocupação, mas nem sempre um animal deficiente é um animal que dá muitas despesas médicas e trabalho. Dependendo da deficiência, o pet não vai necessariamente requerer tratamento veterinário específico e contínuo.

Tipos de deficiências mais comuns e como podemos cuidar do pet com cada condição

Entre as deficiências mais comuns estão a cegueira, sequelas causadas por doenças, problemas motores causados por velhice, atropelamentos,traumas e violência contra os animais.

Cuidar de um pet com necessidades especiais não precisa ser um bicho de sete cabeças e nós vamos apresentar algumas formas de tornar o dia-a-dia deles mais confortável e seguro dentro do lar.

Cegueira – A cegueira nos cães, assim como nos humanos, podem ser causadas por diversos motivos: catarata, glaucoma, lesões na córnea, diabetes, entre outras doenças.

Se tratadas precocemente, é possível preservar a visão dos pets. Para isso, esteja atento e leve seu filho de 4 patas para consultas de rotina ao veterinário oftalmologista.

Para ajudar os pets nesta condição, mantenha a água e o alimento deles sempre no mesmo lugar, evite trocar os móveis da casa de posição, use brinquedos sonoros para que ele possa localizá-los e tenha cuidado extra na segurança.

Em caso de escadas e piscinas, utilize grades e telas de proteção para prevenir acidentes.

Surdez – A surdez nos cães pode ser congênita, desenvolvida por velhice ou por falta de cuidados com os ouvidos do animal que são muito sensíveis.

Para ajudar os pets com surdez, procure educá-los com sinais com as mãos, oferecendo petiscos como estratégia de associação positiva.

Deficiências de Locomoção – A paraplegia e outras deficiências de locomoção em cães e gatos podem ser causadas por fatores congênitos, atropelamento, traumas, maus tratos, doenças virais e velhice.

Para ajudar um animal com dificuldades motoras, existem cadeiras de rodas que devolvem a mobilidade aos cães e aos gatos. Porém, é preciso avaliar se ele pode utilizar o utensílio.

Dependendo do motivo, os animais que perderam a mobilidade por processos degenerativos ou inflamatórios não possuem indicação. Converse com um veterinário de sua confiança.

Existem também tratamentos como fisioterapia, acupuntura e terapias alternativas que promovem a saúde e o bem-estar dos animais deficientes. Em alguns casos, o sucesso do tratamento faz com que eles recuperem a mobilidade e voltem a andar.

A rede Fisio Care pet conta com profissionais veterinários qualificados para a reabilitação animal, fisioterapia, acupuntura, ozonioterapia e outros tratamentos alternativos que contribuem para a recuperação do pet deficiente, conheça mais sobre fale agora mesmo com um de nossos especialistas:

Obesidade e Velhice – Animais obesos e idosos também apresentam problemas de saúde que comprometem a sua mobilidade e o desempenho de atividades. Nestes casos, a natação e a fisioterapia são indicadas, além das terapias alternativas já citadas acima. Converse com um médico veterinário e solicite uma avaliação médica do animal para definir o melhor tratamento.

A rede Fisio Care pet é a mais indicada para cuidar do pet com necessidades especiais e traçar um plano de tratamento adequado.

A rede conta com mais de 40 unidades Fisio Care Pet atualmente, encontre a mais próxima e venha ver como podemos traçar o melhor plano de reabilitação para o seu pet. 

Agendamento Online
Compartilhe
Newsletter

Fique por dentro das novidades! Nossos cursos, posts interessantes, materiais didáticos e muito mais!

Explore mais artigos e dicas
acreditamos que você pode se interessar por:
30 de maio de 2024

Informe seus dados e entraremos em contato

Agendamento Online

Preencha com os seus dados e entraremos em contato